Perdão Total na Igreja - Maurício Zágari

Um livro para quem foi ferido por quem deveria acolher
Livro - Maurício Zágari
(Código: 9182) (1 avaliação)

Avise-me quando chegar

Mais Detalhes

Há algo de muito errado quando a igreja deixa de ser um espaço de cura e restauração. De tanto ferir e ser feridos, muitos cristãos cinicamente aceitam como inevitável o que tanto entristece a Deus.

Com seu talento criativo e faro jornalístico, Maurício Zágari conversou com anônimos e figuras conhecidas para compreender esse triste fenômeno do cristianismo. O resultado vai muito além do mero desabafo. Zágari apresenta histórias tocantes de pessoas cuja dor angustiante lhes fere a alma. No entanto, ele também mostra que o perdão não só é possível mas acessível para um coração sincero diante de Deus.

Enquanto cristãos se desentendem e se ferem mutuamente, a igreja perde parte importante de seu potencial transformador e, sem se dar conta, concede cada vez mais espaço a quem aposta no caos e no sofrimento.

Perdão total na Igreja é um manifesto pela unidade dos cristãos e pela sanidade da igreja evangélica brasileira. Leitura obrigatória para quem faz parte do corpo de Cristo.

Categorias e rankings

Características

Largura
14 cm
Altura
21 cm
Profundidade
1 cm
ISBN
9788543303741
Qtd de páginas
170
Encadernação
Brochura

Entre e receba promoções e novidades no seu whatsapp.

Entrar no grupo

Este é um serviço totalmente gratuito e você pode sair quando desejar.

Últimos lançamentos

Outros produtos: Maurício Zágari

Opinião dos clientes

Deixe sua opinião sobre: Perdão Total na Igreja - Maurício Zágari


Qual a nota que você dá para este produto?

Escreva sua opinião sobre o produto

(Não será divulgado)


Todas as opiniões enviadas se tornam propriedade da Gospel Goods e são aprovadas por nossa equipe antes de serem publicadas na loja virtual.
jairo alcides vivian (Guaíba)
Sim muito bom e edificante. Mas o problema é que, comprando duas ou mais unidades, o valor do frete aumenta em vez de ser extinto, uma vez que o valor da compra é maior. (Publicado em 22/04/2019)